20 maneiras de estreitar a relação pai e filho

A presença paterna não apenas é importante para auxiliar a mulher nos cuidados com o bebê, mas também porque desperta na criança o sentimento de segurança, autoridade, autoestima, independência e estabilidade emocional. No entanto, quando o assunto é carinho e afeto, muitos pais costumam ter mais dificuldade de estabelecer uma aproximação, expressando o que realmente sentem pelo filho.

Embora seja primordial estreitar os laços afetivos entre pai e filho, nem sempre os homens sabem o que fazer. Por isso conversamos com especialistas e listamos 20 dicas para que os pais estejam ainda mais presentes na vida de seus pequenos. Confira!

Previous Image
Next Image

info heading

info content

Além de ajudar no desenvolvimento do bebê, um pai presente também auxilia no estabelecimento de novas interações sociais e afetivas, como explica a psicóloga Karen Scavacini. “O contato entre pai e filho traz a referência masculina e ajuda a criança a se diferenciar da mãe, estabelecendo novas formas de relação”.

Especialista no assunto, Bibianna Teodori está escrevendo um livro sobre o tema. Ela acredita que os pais sentem certa dificuldade de participarem da vida do filho devido à crença de que este é um papel extremamente feminino – e acabam se sentindo excluídos. “Para as crianças, é importante ter essa referência de pais trabalhando juntos para vencer as dificuldades que todas as famílias enfrentam”, orienta. As mães podem ajudar neste processo, convidando o marido a ajudar nos cuidados com o bebê e claro, fazê-lo participar dos momentos de lazer.

Participe mais da vida em família, divida responsabilidades e prazeres ao lado do filho. Desta forma, os laços afetivos serão ainda mais fortes e a criança se sentirá amada e ainda terá um desenvolvimento de melhor qualidade.

Nenhum comentário ainda.

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *